NÃO PASSARÁ

Projeto em tramitação no congresso que libera o uso das sementes ‘Terminator’ é elaborado através de lobby da Monsanto.

Está em tramitação no congresso nacional projeto de autoria do deputado federal Cândido Vaccarezza (PT-SP), com a co-autoria da advogada da Monsanto. O projeto trás como proposta a revogação, da Lei de Biossegurança (Lei 11.105/2005), o artigo que proíbe a utilização, comercialização e outros usos das tecnologias genéticas de restrição do uso (Gurts, na sigla em inglês) no Brasil.

Esse projeto se aprovado irá liberar a utilização e comercialização da tecnologia ‘terminator’, tecnologia essa que é responsável por produzir sementes que só germinam uma vez, e as sementes originarias dessas plantas não são capazes de se reproduzir. Pelo risco que representa no âmbito da Conversão sobre Biodiversidade Biológica, existe uma moratória internacional para que nenhum país plante essas sementes nem faça estufa em plantio experimental, muito menos, em plantio comercial, e o Brasil é signatário dessa moratória.

Se esse tipo de sementes for liberado será extremamente prejudicial à agricultura familiar e camponesa, assim como para as comunidades tradicionais. Será um ataque ao meio ambiente e a produção de alimentos saudáveis. Já foi uma grande derrota a aprovação da utilização de produtos transgênicos no país, pois os mesmos só beneficiam as transnacionais que tem apenas interesses econômicos, querem monopolizar as sementes para manter o agricultor familiar e o camponês em suas mãos.

Tal projeto redigido através de lobby só tem um objetivo que é favorecer as transnacionais, é inaceitável que um deputado que se diz representante dos trabalhadores, se preste ao papel de fazer um projeto para atender interesses de particulares. Talvez seja interessante olharmos quem financiou a campanha do senhor Vaccarezza a o congresso nacional, não será surpresa se vermos o nome da Monsanto.

O projeto está na Comissão de Meio Ambiente da Câmara, pronto para ser votado. Neste ano, a proposta entrou na pauta de votações por três vezes, mas não chegou a ser apreciada. De acordo com o trâmite legislativo, o projeto de Vaccarezza precisa passar ainda pela Comissão de Ciência e Tecnologia e pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

Por tanto conclamamos a todos aqueles que lutam por reforma agrária e por soberania alimentar a gritar com a gente. – “NÃO PASSARÁ”.

Pedro Ferreira Nunes

Da Secretaria do Movimento Terra Livre

Comments (3)

 

  1. Denis Libanio disse:

    Em complemento a essa informação, há a resposta do Deputado Vaccarezza PT-SP, abaixo:
    22/12/2010 – 18h20 – Congresso em Foco
    Vaccarezza refuta fazer projeto sob influência de lobby
    Renata Camargo

    O líder do governo na Câmara, deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP), mais uma vez, refutou ter redigido sob influência de lobbies o projeto de lei sobre a liberação de sementes estéreis (chamadas de terminator). Ele diz que não houve interferência em sua proposta da indústria de alimentos e de multinacionais como a Monsanto. Vaccarezza considerou “grave” o entendimento de entidades ambientalistas e da agricultura familiar segundo as quais ele atendeu a um lobby. O deputado pediu mais apurações sobre o caso. “Eu quero incentivar a pesquisa com os transgênicos. Acho que é um avanço da humanidade. Sou defensor dos transgênicos e defendo em qualquer lugar”, disse Vaccarezza. “Eu não sou deputado de lobby. Eu não tenho medo de defender minhas ideias. Se pegar desde quando eu era deputado estadual, eu sou um deputado de ideias, de teses, eu não sou de lobby, de esquema”, finalizou.
    http://congressoemfoco.uol.com.br/noticia.asp?cod_Canal=1&cod_Publicacao=35644

    • regionalgoias disse:

      Dizer que os transgênicos é um avanço da humanidade, mostra o tanto que ele entende de agricultura. É claro que ele não reconheceria que fez lobby, mais o fato é que a advogada da Monsanto aparece como co-autora do projeto.

  2. maria lukacs disse:

    Temos que ficar atentos com os golpes que esses parlamentares dão contra a classe trabalhadora. É isso ai companheiros, NÃO PASSARÁ

Terra Livre - movimento popular do campo e da cidade
www.terralivre.org | secretaria@terralivre.org

(c) Copyleft: É livre a reprodução para fins não comerciais, desde que o autor e a fonte sejam citados.