Voltam as inundações no Jd.Pantanal!

Mais uma vez o Pantanal, região da Zona Leste de SP, está sendo inundado pelas águas do Rio Tietê. Por volta das 22h dessa segunda -feira 10/01 , a água começou a subir e já atinge diversas Vilas da Região.

Novamente a prefeitura vai aproveitar o desespero das famílias para expulsá-las de suas casas a troco de bolsa-aluguel para construir o Parque Linear do Governo do Estado. A enchente do ano passado, causado pelo represamento intencional das águas, expulsou para as ruas, com força policial, milhares de pessoas. Derrubam as casas na frente das famílias e sem notificação ou mandado. Através do controle das barragens de Mogi, Suzano e Penha, inundaram de forma desumana milhares de famílias.

Com os 60 dias de enchente do ano passado, expulsaram milhares de famílias e até agora nenhuma alternativa de moradia foi apresentada pelo governo ou prefeitura.

Até agora, a única obra feita para conter as águas foi um dique, no Jd. Romano. Dezenas de famílias foram removidas para sua construção. Segundo Carlos de Campos, Diretor de Projetos da Ação e Cidadania-Planeta 21, “O dique do Jd. Romano está saindo a um custo de R4 70 milhões de reais, o que daria para construir blocos com 1.000 apartamentos, à R$ 70 mil cada, ou seja, daria para se remover, com o custo desta uma única obra, e de modo civilizado, com dialogo e todo respeito, cerca de 5.000 pessoas em alto risco da Várzea do Tietê.” Mas o que é pior: o dique foi construído apenas para evitar outro escandaloso alagamento do Céu Três Pontes, e os apartamentos da Caixa Econômica Federal, construídos na várzea do Rio Tietê.

Outra falsa providência do poder público foi mandar, só em dezembro, tratores para desassorear um córrego da região, que ficou cheio durante quase o ano inteiro, resultado da enchente de 2009-2010.

Os trabalhadores não conseguem nada sem luta e sem união!

Durante as últimas enchentes, fizemos um grande ato, fechamos vias, queimamos móveis estragados, o que evitou uma tragédia ainda maior.

Em Abril 100 famílias ocuparam um terreno na Vila Curuçá prometido para a construção de moradia para as vítimas das enchentes. O poder público como resposta despejou as famílias e até agora nenhum tijolo foi colocado no terreno para a construção das moradias prometidas.

Agora, os moradores da Chácara Três Meninas, Pesqueiro, Jardim Pantanal, Cotovelo, Vila Itaim, Vila das Flores e outros bairros estão se juntando para lutar contra as ações ilegais do poder público.

O povo do Pantanal vai resistir!

Terra Livre – regional SP

Informações:

Chácara 3 Meninas

73622841 (vivo)

7221-8089 (vivo)

Jd. Pantanal

9755-2474 (vivo)

7379-8860 (vivo)

6131-9789 (oi)

Vila Itaim

6510-4908 (oi)

Comments are closed.

Terra Livre - movimento popular do campo e da cidade
www.terralivre.org | secretaria@terralivre.org

(c) Copyleft: É livre a reprodução para fins não comerciais, desde que o autor e a fonte sejam citados.