Terra Livre realiza o seu I Congresso Nacional para organizar e planejar as ações do movimento para o próximo período

Renata Nery e Pedro Ferreira*

De 09 a 11 de Setembro de 2011, aconteceu o I Congresso do Movimento Popular Terra Livre, no município de Brazabrantes – Goiás. Delegados representantes das regionais de Minas Gerais, São Paulo, Paraíba e Goiás além de observadores e convidados de importantes organizações da classe trabalhadora, participaram das discussões nos três dias fazendo um balanço da atuação e organização do movimento no ultimo período como também organizando e planejando as ações futuras.

Na sexta-feira (09/09) após o credenciamento dos delegados e observadores partiu-se para plenária onde foi lido e aprovado o regimento do congresso. Na parte da tarde em grupos foi discutido uma proposta de concepção do movimento. Que foi debatido nos grupos e apresentado em seguida na plenária com propostas de alterações e emendas.

A noite foi realizado um ato com a presença de convidados de diversas organizações da classe trabalhadora que passaram para dar uma saudação aos participantes do I Congresso do Movimento Terra Livre tais como: CSP – Conlutas, Intersindical, UGT, STIUEG, SINTSEPE-GO e dos partidos PSOL e PSTU.

No sábado (10/09) aconteceu um dos principais debates do ponto de vista estratégico para consolidação do movimento em algumas regionais que ainda não tem um trabalho consolidado como também ampliar a atuação para outros estados que ainda não estamos organizados.

Foi debatido com os delegados a proposta do movimento se filiar a uma central sindical sendo colocado em pauta a filiação a CSP – Conlutas, a Intersindical ou a não integrar nenhuma organicamente.

Ao final de uma longa discussão a maioria dos delegados optou por reafirmar sua posição de observador e participante do processo de recomposição de uma nova central unitária da classe trabalhadora, por tanto decidiu se a não compor organicamente a nenhuma central, a não ser que aconteça um processo de recomposição no futuro ou aja uma mudança na conjuntura que justifique a mudança de posição.

Na parte da tarde em grupos foi lido e debatido propostas ao regimento interno do movimento e depois as mesmas foram apresentadas e debatidas em plenária.

Após um pequeno intervalo voltou-se para plenária onde foi apresentado o trabalho do Coletivo de Educação em Goiás e de Educação e Cultura em São Paulo, mostrando as experiências desenvolvidas como também os limites e desafios para o avanço dos coletivos, no entanto ficou claro a importância que o movimento tem tido no campo da discussão da educação no e do campo no estado de Goiás como também a importante atuação na periferia de São Paulo.

A noite foi encerrada com um momento cultural com um churrasco e um bom vinho que regou o forró até alta madrugada.

No domingo (11/09) foi apresentado pela regional de Goiás o trabalho do movimento no campo, a luta do movimento pela reforma agrária em uma conjuntura onde esta muito difícil à organização e luta pela democratização do acesso a terra no Brasil, apresentando as questões fundamentais para que possamos avançar na conquista da mesma. Já a Regional Paulista apresentou a atuação do movimento na organização dos trabalhadores na cidade sobre tudo pela reforma urbana.

Por fim foi realizada a plenária final do congresso onde foram apresentados para apreciação da plenária todos os pontos discutidos e debatidos para deliberação final. Após o momento foi apresentado um conjunto de moções e apoios a lutas importantes da classe trabalhadora que tem acontecido por todo o Brasil.

Em seguida foi apresentado e aclamado por unanimidade a nova direção nacional que terá a tarefa de conduzir as ações do movimento a nível nacional no próximo período.

O Congresso foi encerrado com uma mística que levou os militantes a perceberem a necessidade de continuarmos nossa marcha para conquistar a nossa tão sonhada terra tanto no campo como na cidade mais acima de tudo para construirmos uma nova sociedade.

* Renata Nery Militante do Terra Livre/SP.

* Pedro Ferreira Militante do Terra Livre/GO.

Comments are closed.

Terra Livre - movimento popular do campo e da cidade
www.terralivre.org | secretaria@terralivre.org

(c) Copyleft: É livre a reprodução para fins não comerciais, desde que o autor e a fonte sejam citados.